SEQUESTRO



Ah! a tua
língua

Alongada na sua
trança
de saliva branda

Tão ácida
tão meiga

na minha anca



│Autora: Maria Teresa Horta

Comentários

OS 10 POSTS MAIS VISITADOS DOS ÚLTIMOS 30 DIAS

ÚLTIMO GRITO CONTRA A ESCURIDÃO

CONSUMAÇÃO

POEMAS DE PEDRO DU BOIS

VIAJANDO NA MADRUGADA

CATILINA

SOMBRAS E SOBRIEDADE

ÁVIDA FLAMA INCESSANTE

SERTÃO

RUÍNAS