TEUS NOMES

Perdi-te, palavra, nome de mulher,
que as cartas rasguei.
Dei de perder-te, por necessitar.
Quebrei os discos do Roberto Carlos
e chorei o que pude num último choro.

Deixaste-me, ainda,
um dicionário de arcanas pronúncias,
palavras as quais não sei desmontar,
tampouco dar uso.


│Poema da Série “Palavra” – Autor: Webston Moura│

Comentários

OS 10 POSTS MAIS VISITADOS DOS ÚLTIMOS 30 DIAS

ÚLTIMO GRITO CONTRA A ESCURIDÃO

CONSUMAÇÃO

POEMAS DE PEDRO DU BOIS

VIAJANDO NA MADRUGADA

CATILINA

SOMBRAS E SOBRIEDADE

ÁVIDA FLAMA INCESSANTE

SERTÃO

RUÍNAS