VIDAS DESAMARRADAS



Tânia Du Bois é cronista. Como tal, aparenta ser capaz de falar sobre qualquer assunto, tal é a facilidade de compreensão e de comunicação que se pode observar em seus textos. Todos podemos ver isso em “Amantes nas Entrelinhas”, "Exercício das Vozes”, “Autópsia do Invisível”, "Arte em Movimento", "Comércio de Ilusões", “O Eco dos Objetos” e, agora, neste “Vidas Desamarradas” (Projeto Passo Fundo, 2017). Leitora e observadora sagaz, segue o que não seria uma fórmula, mas um caminho, o de investigar, gentil, inteligente e honestamente, as escritas de outros, para então, apreciando-as, dizer suas (dela) impressões que, inevitavelmente, situam-se na interface literatura (ficção)-vida real. Tânia escreve bem e, ao que parece, em favor do que em nós clama por luz e entendimento.

SERVIÇO:
Vidas Desamarradas (Crônicas)
Tânia Du Bois
Projeto Passo Fundo [Link: http://www.projetopassofundo.com.br/]

Comentários

  1. Webston, agradeço de coração pelas suas palavras.
    Sempre é incentivo para continuar na jornada literária.
    Abraços,
    Tânia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário